Conheça a Regenera

Conheça a Regenera

6 de abril de 2021 4447 Por kfit_admin

A Regenera

É uma empresa que preza pela regeneração da terra e das pessoas. Como assim?
O conceito da Regenera é cultivar e disponibilizar ativos para o desenvolvimento de alimentos saudáveis, orgânicos e 100% naturais, ou seja, livre de agrotóxicos e insumos químicos.

Agricultura regenerativa

A marca apoia o sistema agroflorestal, em que o cultivo das plantas agrícolas se dá no mesmo ambiente onde há espécies florestais, fazendo com que ambas alimentem-se e protejam-se mutuamente, visando a regeneração da terra, e não seu empobrecimento.

Pensando em manter uma boa relação com a natureza, a linha própria da marca, a Viva Regenera, trabalha com embalagens sustentáveis que possuem o selo “I’m Green”, de material 100% renovável, contribuindo para a diminuição da emissão de gases do efeito estufa.

Comércio justo

Além de trabalhar em prol de um ecossistema equilibrado, o objetivo da Regenera também é garantir trabalho, dignidade e renda para comunidades antes marginalizadas.

Não transgênico

A Regenera não trabalha com produtos transgênicos, visando assim proporcionar da forma mais natural e ecológica possível a oferta de alimentos e suplementos saudáveis e nutritivos.

Os alimentos transgênicos são modificados geneticamente. Ou seja, genes provenientes de um organismo são inseridos em outro. Esse procedimento pode ser feito até mesmo entre organismos de espécies diferentes (inserção de um gene de um vírus em uma planta, por exemplo) e realizado com plantas, animais e micro-organismos.

Abaixo estão listados os riscos do cultivo e consumo de transgênicos.

Riscos para agricultura

As empresas detentoras da tecnologia utilizada para realizar a transgenia possuem patentes das espécies transgênicas produzidas. Caso um agricultor queira utilizar essas espécies deve realizar o pagamento de royalties. Além disso, por regra contratual, o agricultor não pode utilizar as sementes da safra anterior, estabelecendo uma relação de dependência muito grande entre as transnacionais do setor.

Riscos para saúde

Ao se inserir genes de uma espécie em outra, pode haver a produção de substâncias como proteínas e aminoácidos. Nos alimentos essas substâncias podem causar reações alérgicas para uma boa parcela da população, como mostra uma pesquisa realizada em 1999 na cidade de York, na Inglaterra, onde se constatou que houve um aumento de 50% na alergia de produtos à base de soja, afirmando que isso se deveria ao consumo de espécies transgênicas da mesma.

Para se comprovar a eficácia das espécies transgênicas, são inseridas frações de genes de algumas bactérias resistentes a antibióticos, conhecidas como “genes marcadores”. A ingestão de alimentos transgênicos pode reduzir ou anular o efeito de antibióticos no nosso organismo, o que representa uma séria ameaça à saúde da população.

Algumas plantas e microrganismos produzem substâncias que naturalmente as protegem de inimigos naturais, como insetos, por exemplo. As quantidades produzidas naturalmente não são prejudiciais ao nosso organismo, mas quando inseridas diretamente nos alimentos essas toxinas podem aumentar consideravelmente, trazendo prejuízos ao funcionamento do organismo, a insetos benéficos e a outros animais. Foi o que ocorreu com o milho transgênico Bt, que é capaz de matar a lagarta da borboleta monarca, um importante agente polinizador.

Uma das funções das espécies transgênicas é desenvolver resistência a alguns tipos de agrotóxicos. Mas isso implica na aplicação de quantidades cada vez maiores de agrotóxicos, fazendo com que haja a ocorrência de “super-pragas” e “super-ervas”, que por causa dos transgênicos também desenvolvem resistência aos agrotóxicos, tornando ainda mais difícil seu controle. Esse aumento na quantidade de veneno aplicada nos alimentos gera o aumento na ingestão de resíduos tóxicos pela população, resultando em prejuízos para sua saúde.

Impactos no meio ambiente

O aumento no uso de agrotóxicos acarreta a intensificação da poluição dos rios e solos, causando desequilíbrio nos ecossistemas,influenciando na biodiversidade do lugar.

Sem glúten

O glúten é formado pelas proteínas gliadina e glutenina. Ela faz com que produtos à base de cereais como trigo, centeio ou cevada tenham uma maior flexibilidade e uma textura particular. Pessoas que têm doença celíaca consomem uma dieta sem glúten, por apresentarem dificuldade na digestão dessa proteína. Por esse motivo, a alimentação dessas pessoas é mais restrita, o que leva a uma dificuldade maior para encontrar produtos que se encaixem na sua dieta.
A Regenera se preocupa com o bem estar de todos, e trabalha com produtos liberados para consumo por pessoas que possuem esse tipo de carência.

Sem Lactose

A Regenera em seus produtos, tem o cuidado de identificar os produtos com um selo de “sem lactose“, para pessoas com alergia ou com intolerância.

O leite é um alimento rico em nutrientes que trazem muitos benefícios a saúde como, as proteínas e o cálcio. Porém algumas pessoas podem ter algum tipo de desconforto estomacal que é o caso dos intolerantes a lactose, um tipo de açúcar naturalmente presente no leite. Ou a pessoa pode ter algo mais grave como reações alérgicas.

Intolerância a lactose, o que é?

Intolerância a lactose é o nome que se dá à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Ela ocorre quando nosso organismo ou não produz, ou produz quantidades insuficientes da enzima digestiva conhecida como lactase, que digere e quebra a lactose, que ao chegar no intestino, causa vários desconfortos como diarréias e cólicas.

E é importante salientar que quem tem intolerância a lactose, até pode comer derivados do leite, ao consumir junto, enzimas digestivas, mas quem tem alergia ao leite, não pode de maneira alguma ingerir leite e derivados, as reações podem provocar alterações no intestino, na pele e no sistema respiratório.

Para quem suplementa é importantíssimo observar as embalagens, mesmo que na fórmula não conste derivados de leite, no processo pode ocorrer contaminação cruzada, portanto, deve-se identificar para evitar riscos maiores.

Vegano

O veganismo é um estilo de vida no qual não há o consumo de nada de origem animal, nem na alimentação, roupas ou qualquer outro item.
Pensando em quem tem esse estilo de vida, os produtos da Regenera também são veganos.

Qual é a missão da Regenera?
“Ser o elo entre os ativos da natureza e as pessoas, empoderando-as para alcançarem saúde, equilíbrio e bem-estar”.

Com todos esses diferenciais, a Regenera se compromete a trabalhar somente com fornecedores reconhecidos no mercado por sua qualidade e excelência, oferecendo aos clientes e parceiros lojistas os alimentos mais puros, nutritivos, saborosos, saudáveis e super naturais. É uma empresa determinada a ser referência global no desenvolvimento e distribuição de ativos da natureza e alimentos saudáveis, gerando valor à sociedade e contribuindo para elevar os padrões de mercado.